Home NerdZine POKÉMON GO É O FALSO MESSIAS DA NINTENDO! ENTENDA POR QUÊ!
POKÉMON GO É O FALSO MESSIAS DA NINTENDO! ENTENDA POR QUÊ!
0

POKÉMON GO É O FALSO MESSIAS DA NINTENDO! ENTENDA POR QUÊ!

360
0

Após as ações da Nintendo subirem até 114% com o lançamento de Pokémon GO, a companhia viu na semana passada o início de uma queda contínua que já soma uma desvalorização acumulada de 33,64% desde que a ação atingiu seu pico em 18/07, representando a maior queda desde outubro de 1990. E apesar das ações ainda valerem 46,59% mais do que antes do lançamento do jogo, a queda continua sem parar há 10 dias.

nintendoacao
Ações da Nintendo despencam.

Tudo isso devido aos investidores perceberem, após pronunciamento da Nintendo, que Pokémon GO é, de fato, desenvolvido pela Niantic e licenciado pela The Pokémon Company. O que significa que apesar da gigante dos games deter 32% do poder de voto da The Pokémon Company e ser dona de 13% da Niantic, a renda de Pokémon GO não deve impactar tanto os ganhos da Nintendo como muitos acreditaram inicialmente, e também não afetou o primeiro trimestre do ano fiscal de 2016 que fechou em 30 de junho, uma semana antes do jogo ser lançado. De fato, a Nintendo relatou perda de $48,7 milhões neste período de apenas três meses, porém, isso não a impediu de prever um lucro de $431 milhões até o fechamento do ano fiscal em março de 2017.

pokemon-times-square
Pikachus everywhere.

Até quando a Nintendo continuará relatando perdas? E o que acontecerá se essa tendência não cessar rapidamente?

Ao menos considerando o sucesso da já bem estabelecida franquia Pokémon, e principalmente a febre que Pokémon GO está gerando, podemos acreditar que continuaremos a ver Pikachu e companhia em outros jogos por muito tempo, ou assim espero.

Fontes: TechCrunch, Bloomberg, TIME, Polygon
Imagens: The Japan Times, Google Finance, UberTopicWallpaper Hi

(360)

Appol Boy Também conhecido pelo apelido que seus pais lhe colocaram, Paulo Renato Pereira é publicitário, programador e autodidata. Viciado em tecnologia e amante de gadgets, iniciou no mundo dos smart devices em 2010 ao ganhar um iPod Touch, foi amor à primeira vista. Hoje é fã e defensor da Apple com seu iPhone 5S, e acredita veemente que o futuro dos games está no mobile.